Bioimpedancia

A bioimpedância é um exame de fundamental importância no estudo da composição corporal.

Esta avaliação precisa e sem dor é feita com aparelho importado e moderno. 

Dados como peso e IMC (índice de massa corpórea) são importantes, mas isolados não revelam detalhes valiosos da nossa composição corporal como a quantidade de gordura e músculos no nosso corpo, informações estas que são obtidas através da bioimpedância.

Por exemplo, um paciente com peso dentro do ideal (de acordo com sua idade, sexo e altura) pode descobrir que é um "falso-magro" com a realização do exame, e só então poderemos tomar as medidas necessárias para o tratamento.

Por isso, o exame de Bioimpedância é sofisticado e fundamental no acompanhamento de pessoas em regimes (para perda, ganho ou manutenção de peso) e em programas de exercícios, além de sua aplicação na avaliação nutricional de pacientes com doenças que afetam a estrutura corporal e a nutrição.


 Na análise da composição, dividimos o corpo humano em duas partes: Massa Magra e Massa Gorda.

A Massa Magra é composta por músculos, ossos e órgãos vitais, sendo o principal responsável pela queima de calorias (a musculatura é o elemento quimicamente ativo do organismo). Portanto, quanto maior a massa magra, mais calorias o indivíduo estará queimando em repouso e durante a atividade física.

A Massa Gorda é composta pela gordura corporal. Ao contrário do que se pensa, um mínimo de gordura corporal é essencial para algumas funções como proteção dos órgãos vitais contra choques mecânicos, isolamento térmico, produção de hormônios, metabolismo de algumas vitaminas e reserva energética.

O principal objetivo da avaliação da composição corporal é determinar as quantidades de massa magra e massa gorda do organismo. Isto se torna importante ao imaginarmos dois indivíduos com o mesmo peso e estatura, porém com composições corporais diferentes. Em outras palavras, um indivíduo pode ser sedentário e apresentar uma elevada taxa de gordura corporal, enquanto que outro pode ser ativo fisicamente e apresentar uma menor taxa de gordura e maior desenvolvimento muscular. Portanto, pode-se observar que o peso corporal não é o único indicativo do estado nutricional das pessoas, sendo importante basear-se em algum método mais preciso para determinar a composição corporal.


O método da bioimpedância elétrica baseia-se na condução de uma corrente elétrica de baixa intensidade pelo corpo do indivíduo. Este método é sensível às variações do estado hídrico do avaliado.

O álcool, a cafeína e a atividade física têm ação diurética no organismo, o que pode causar uma leitura de bioresistência muito elevada, superestimando assim a gordura corporal. Uma refeição pesada também pode influenciar o teste, alterando o peso corporal da pessoa. Para se obter uma boa precisão no teste, deverá ser observado alguns itens:

• No dia da consulta fazer uma refeição leve, evite muito líquidos

• Não fazer exercícios intensos no dia do exame

• Não consumir álcool um dia antes

• Urinar 30 minutos antes do exame.

Quais as vantagens do Teste de Bioimpedância (BIA) 

É um exame não invasivo e totalmente indolor, que permite estimar os compartimentos da massa corpórea magra e de Gordura Corpórea, quando executada por sistemas bem calibrados e em condições adequadas. 


Qual a importância de se avaliar a composição corporal?

1. Identificar os riscos de saúde associados aos diferentes níveis das componentes corporais, nomeadamente da gordura corporal.

2. Monitorizar as modificações na composição corporal.

3. Definir e promover e peso corporal ideal.

4. Avaliar o efeito dos planos de nutrição e os programas de atividade física.

Preparo para realização do Teste de Bioimpedância (BIA)

1. Estar normohidratado – beber uma média de 2 litros de água no dia anterior ao exame;

2. Não fazer uso de medicação diurética no dia anterior à realização do exame;

3. Não ter realizado atividade física ou sauna, pelo menos nas 12 horas que precedem o teste;

4. Não ingerir bebidas alcoólicas e/ou bebidas contendo cafeína (café, refrigerante, chá preto, chocolate) pelo menos nas 12 horas que precedem o teste;

5. Não possuir marca passo;

6. Não ser gestante;

7. Não estar em período menstrual;

8. Remover acessórios, adornos e peças contendo metal para realização dos exames. 


Realização do Teste de Bioimpedância (BIA) 

Para a realização do teste, solicita ao cliente estar deitado, não fazer movimentos e não falar durante o teste. 

O exame é realizado com o indivíduo deitado em posição supina com os braços abertos em ângulo de 30º em relação ao seu corpo. As pernas não devem ter contato entre si.

Dois eletrodos do tipo “adesivo” são colocados no punho e dois no tornozelo, em um dos lados do corpo. Os pontos de localização dos eletrodos devem ser desengordurados (com álcool).

Os valores registrados pelo aparelho são informados ao Programa de Avaliação Corporal por Bioimpedância, que vai usá-los para efetuar todos os cálculos e gerar os laudos e gráficos de avaliação.   


Endocrinologista - Dra. Paula Rosado
Barra da Tijuca & Centro - Rio de Janeiro - RJ
Confira abaixo nossos endereços e telefones